S

- Sobrenome português arcaico, vem do germânico Saa que significa sala, morada ou pousada. Procedem de João Afonso de Sá, vassalo de el-rei D.Afonso IV e de el-rei D.João I. Senhor da quinta de Sá. no termo de Guimarães, onde é o solar deste sobrenome.

Saldanha - Sobrenome português classificado como sendo um toponímico, ou seja, de origem geográfica. Na Espanha encontramos a grafia Saldanã. O fundador desta linhagem na Espanha foi o judeu converso Nuño López, seu filho Fernando López tomou o sobrenome Saldaña da forma portuguesa. Em Portugal procedem do Conde D. Sancho Dias de Saldanha, que passou a Portugal nos tempos de el-rei D.Afonso V.

Sales - Sobrenome português de origem cristã, deriva da expressão São Francisco de Sales, isto é, do castelo de Sales, em Savóia, França. Bispo e doutor da igreja ( 1567 - 1622).

Sampaio - Sobrenome português, classificado como sendo um toponímico, pois o nome derivou de uma localidade. Os Sampaios procedem de Vasco Pires de Sampaio, filho de Pedro Álvares Osório, senhor da Casa de Vila-lobos, Conde de Trastamara e primeiro Marquês de Astorga, em Galiza. Tomou o nome da Honra de Sampaio, localidade junto a Vila-flor. Tal local tinha este nome em homenagem a Sampaio, o nome vem de Sanctus Pelagius ( Santo Pelagius ) que depois se transformou em Sam Peaio e posteriormente em Sampaio, Pelagius era um antigo nome em latim que significava "marinho".

Sanches - Sobrenome de origem portuguesa, classificado como sendo um patronímico derivado do nome Sancho, em espanhol utiliza-se também a grafia Sânchez.

Sandri - O nome Italiano de família SANDRI é classificado quanto a origem como derivado de um nome próprio. Como muitos outros nomes de família esse sobrenome deriva do nome de um do genitor inicial. Se o sobrenome deriva do nome do pai é chamado de "patronímico", quando advém ao sobrenome da mãe chama-se "matrenímico". Em relação ao sobrenome Sandri é provável que venha do nome próprio do pai como "Alexandros". Esse nome é composto de verbo "alexein"que significa "proteger"ou "defender", mais o termo "amerandros", que significa "homem": o significado, portanto, do nome completo seria "defensor de seus próprios interesses". A letra final ï" denota a forma plural, ilustrando o processo do sobrenome ter passado de uma geração para a outra. A popularidade desse sobrenome e devido a um famoso genitor, ALEXANDRE - O GRANDE, e de muitos santos com o mesmo nome. Variantes do sobrenome SANDRI incluem Alessandro, Alessandrini, Alessandri e Sandroni. Uma das primeiras referencias a esse sobrenome, ou uma de suas variantes, e um registro de uma família de sobrenome Sandri original de Alessandria, mas que se mudou através de um tal de Giovanni para Fossano em 1250. A Itália juntamente com a Irlanda, foi o primeiro pais na Europa Ocidental, depois da queda do Império Romano, a adotar um sistema de sobrenomes hereditários fixos. Esses nomes italianos de família tem sua origem nos séculos 10 e 11 e foram iniciados pelos comerciantes e mercadores de Veneza.

Santana - Sobrenome português de origem religiosa, forma apocopada do original Sant'ana, refere-se a avó de nosso senhor Jesus Cristo, mãe de Maria Santíssima, encontra-se também com a grafia Santanna.

Santos - Sobrenome portugues de origem religiosa cristã, seria a abreviação de " Todos os Santos ", refere-se a esta comemoração da igreja catolica. Na epoca em que se começou a adotar sobrenomes, este nome era dado inicialmente às pessoas que nasciam em 1º de novembro, Dia de Todos os Santos. Outra origem é a referência geográfica à região de Sierra de Los Santos, na Andaluzia. Em sua linha sacerdotal, destaca-se o padre mineiro João Pedro dos Santos, que ao morrer, em 1850, reconhecera sete filhos. O nome Santos também foi adotado por judeus obrigados a se converter, os cristãos-novos. Tal sobrenome possui variações em diversas linguas, Frances: Toussaint, Italiano: Sante ou Santoro.

Sartorelli - Sobrenome de origem italiana, vem de Sartore com o sulfixo plural elli, Sartore vem do latim sartor, sartoris. As roupas eram confeccionadas pelas matronas com suas escravas, com a introdução dos modos de trajar dos povos bárbaros, no final do Império Romano o Sartor se torna um profissional na confecção do vestuario da nobreza; o sobrenome se refere a arte e oficio de alfaiate.

Scaghisi - Sobrenome italiano, classificado como sendo um toponímico, ou seja, de origem geográfica, vem de scaglia que pôr sua vez deriva do germânico skalia, este significaria "escama, casca dura de fruta ou lasca de pedra", e, em sentido figurado, indicava um patamar rochoso ou encosta acima de uma montanha, como sobrenome se referia a uma pessoa que habitava uma encosta rochosa de uma montanha, a terminação isi é uma variação dialetal regional e indica uma forma diminutiva, que provavelmente foi ganha pelas pessoas que conheciam para diferencia-lo de outros habitantes nas mesmas circunstancias.

Scarabelli - Sobrenome italiano, considerado como tendo sua origem em uma atividade profissional, é formado pôr duas partes Scara cuja raiz remonta o germânico skranna ( cadeira ou banco ) e Belli ( belo ), ao pé da letra significaria "cadeira bela", refere-se a um fabricante e/ou comerciante de bancos e cadeiras, os quais fazia " belamente ".

Scatola - Sobrenome italiano, considerado como sendo derivado de uma atividade profissional, vem do germânico Kasto, através do diminutivo latino Castula, que se fixa no italiano em Scatola ( caixa, caixote ) o sobrenome indica um fabricante e/ou vendedor de caixas.

Scavacini - Sobrenome italiano com sua grafia original adulterada, vem de Schiava com o sufixo diminutivo plural ini, Schiava ou Schiavo vem do grego Sklábos ( eslavo ) através da forma latina Sclavus. O império do Oriente ou Bizantino subjuga os povos eslavos no século IX e com os turcos passa a escraviza-los, a Republica de Veneza, que mantinha intensas relações comerciais com o oriente, foi a responsável pela introdução dos eslavos na Itália, na condição de trabalhadores livres ou como escravos, pôr estas razões o termo sclavus passa a indicar o escravo; o sobrenome, no entanto, se refere a sclavus, eslavo, oriundo dos países eslavos.

Schreinert - A origem de meu sobrenome SCHREINERT é alemã e significa a profissão de marceneiro, carpinteiro, homem que trabalha com madeira. Originário do norte de Berlin, cidade de Perleberg.

Schröder - Sobrenome de origem alemã, tem sua origem na profissão do fundador inicial deste tronco familiar, pois tal palavra, na lingua alemã significa " alfaiate ", assim alguem era conhecido como " Fulano o Schröder " e seus filhos como " Sicrano filho do Schröder ", passando esta designação aos demais descendentes desta familia. A forma Schroeder deve ter se formado pela época da imigração desta familia, podendo ser considerada como uma variação gramatical.

Servilha - Sobrenome classificado como toponimico, ou seja de origem geografica, provavelmente referindo-se a cidade da Espanha ou a um de seus habitantes, inicialmente identificaria uma pessoa por esta designação e posteriormente passada a seus descendentes.

Sgarbi - O sobrenome italiano Sgarbi foi classificado como tendo sua origem em uma alcunha. No caso do sobrenome Sgarbi, este é derivado do termo italiano “garbo”, que significa “cortesia, boas maneiras”.
Este sobrenome indica assim, que o portador original era conhecido em sua comunidade por ser um indivíduo cortês e de boas maneiras. Variantes do sobrenome Sgarbi incluem Sgarbo e Garbo.
Brasão de armas De azul, um braço de carnação, vestido de vermelho, movente do flanco esquerdo, segurando um ramo de uvas de sua cor, talhado e folhado de verde, o talho em chefe.
Timbre: Uma águia estendida de negro, coroada de ouro.
Origem: Itália.

Signorini - Sobrenome italiano, forma plural diminutiva de Signore, vem do latim senior ou senioris, significando o mais velho, ancião, no latim medieval torna-se um titulo de respeito e distinção, usado nas formas de tratamento social e conferido a príncipes, chefes de estado, feudatários, altos magistrados, tabeliões e a quem revestisse alto cargo ou representasse uma autoridade, o sobrenome indicaria seus descendentes.

Silva - Sobrenome portugues de origem latina, classificado como sendo um toponimico, por ter origem geografica, em latim a palavra " Silva " significa " Selva ou floresta " - É uma das familias mais ilustres da Espanha ,ligada aos reis de Leão, tem o seu solar na Torre de Silva, junto ao rio Minho. Procedem de D. Payo Guterre o da Silva, que foi adiantado de Portugal em tempo de el-rei D. Afonso I e representada em Portugal por D. Guterre Alderete da Silva, neto do ilustre D. Guterres Pais, governador de Maia.
O ramo mais nobre da família tem origem na Espanha, no período de dominação romana. No Brasil, o registro mais antigo é em São Paulo, da família de Pedro da Silva, alfaiate que veio de Portugal por volta de 1600, casou-se com Luzia Sardinha, foi desembargador e ministro do Supremo Tribunal de Justiça. Entre os primeiros Silva há também degredados, como Domingas da Silva, de Évora, acusada de bruxaria e pacto com o demônio.

Silveira - Sobrenome portugues classificado como toponimico, ou seja de origem geografica, vem do latim Silvaria que seria " uma moita de silvas " silva é o nome de uma planta existente na Europa. Procedem de Giraldo Sem Pavor, que ganhou Évora aos mouros em tempo de el-rei D. Afonso Henriques. É solar desta familia o Morgado da Silveira em alentejo

Siqueira - Sobrenome de origem portuguesa, considera-se como sendo uma variação de Sequeira, derivado de Sequeiro "lugar seco, que não é regado". Em 1278 foi registrado como Siqueyros. Procedem de D.Martinho de anaya, filho de D. Anião da Estrada, que foi cavaleiro principal do reinado de D. Afonso Henriques, foi senhor de Goes e Honra de Sequeira, donde derivou o sobrenome a seus descendentes.

Sisti - Forma plural do nome Sisto, este sobrenome é de origem italiana e classificado como sendo um patronímico, pois deriva do nome próprio do fundador deste tronco familiar, deriva do latim Sixtus, Sistus, os quais eram variações de Sextus, nome comunmente dado ao sexto filho de uma família, se define como sobrenome pela expressão "Filius Quondam Sisto" ou "Filho do Sr. Sisto", toma sua forma plural quando, na Itália, devido ao costume que tinham dos membros de uma mesma família morarem todos juntos, entra em uso a expressão " Cassata dei ", assim a " Casa dos Sistos " se transforma em italiano em " Cassata dei Sisti ", em italiano a terminação " i " indica a forma plural, a maioria dos sobrenomes italianos termina em i pôr esta razão.

Soares - Sobrenome de origem portuguesa, variação de Soarez, derivado de Suáriz, Suárizi, do latim Suárici, classificado como sendo um patronímico, pois deriva de um nome próprio, vem do nome Suário o mesmo que Soeiro. Em 1554 foi registrado em documentos como Soarez e em português arcaico existem registros de Soáriz e Suáriz. Segundo alguns historiadores a família Soares teve sua origem em Toledo.

Souza - Variação gráfica do original Sousa, sobrenome português classificado como sendo um toponímico, deriva do latim Saxa ( Seixos ou rochas ) é também o nome de uma espécie de pombo bravo, no século XI foi registrado como Sausa.
Uma das mais antigas e ilustres famílias de Portugal, traçada até dom Sueiro Belfaguer, cavaleiro godo que viveu nos primeiros anos do século VIII. Dom Egas Gomes de Souza foi o primeiro a usar o sobrenome, por ser dono do Solar de Souza. Seu 12º neto foi Martin Afonso de Sousa, comandante da expedição que fundou o primeiro núcleo de colonização e donatário da capitania de São Vicente. Era primo de Tomé de Souza, o primeiro governador-geral do Brasil.
Procedem de Martim Afonso Chichorro e de Afonso Dinis, filhos de el-rei D. Afonso III, que casaram com duas netas de Mem Garcia de Sousa, neto do Conde D. Mendo, o Sousão, em quem veio ficar esta família. É solar desta família a vila de Arrisana de Sousa que fundou D.Fayão Soares, tronco deste sobrenome.

Spader - Sobrenome italiano, provavelmente uma redução popular de Spaderia ou Spaderie, formado pelo substantivo Spada o qual vem do latim spatha ( espada ), acrescido do sufixo eria ou erie o qual indica um coletivo, portanto podemos presumir que este sobrenome tem origem em uma atividade profissional e que o portador inicial fabricava ou comercializava tais armas, existem outros sobrenomes com a mesma raiz que indicavam soldados ou pessoas que manipulavam espadas, porem este não é o caso.

Spigonardo - Sobrenome de origem italiana, a raiz deste sobrenome é meio incerta, a primeira parte do nome Spigon ou Spigo vem de Spigolon o qual procede do latim Spica ( espiga ), existe um verbo italiano, Spigolare, que significa " recolher espigas ", já a segunda parte nardo ou ardo é uma terminação utilizada normalmente em nomes próprios, não se sabe porque razão ambos vieram a se juntar, talves em tempos remotos este sobrenome tivesse outra formação tais como Spigolon ou Spigariol, que indica a pessoa que executa este serviço, e posteriormente sofreu esta mutação grafica, sendo transmitida assim aos demais descendentes desta familia.

Stehling - A família alemã Stehling está classificada como sendo de origem profissional. A respeito do sobrenome Stehling, ele tem origem na Média Alta Alemanha, significando "AÇO", e foi usado figurativamente para identificar um Forjador de Metais.

Stockl - Forma reduzida ou alterada do original Stockler, sobrenome alemão introduzido em Portugal no século 18, sendo que Francisco de Borja Garção Stockler, escritor português, foi um dos descendentes desta transição. A origem do sobrenome se refere a uma profissão de alguém que lidava com madeiras, um lenhador ou entalhador.

Stockler - Sobrenome tomado de uma profissão: entalhador (Anuário Genealógico Latino, IV, 29). Ou ainda podendo assumir o significado de "lenhador". (Dicionario de nomes e sobrenomes, prof. Rosério Farâni Mansur Guérios).Família de origem germânica, que passou a Portugal, de onde saiu para o Brasil.


      Importante - Os textos aqui publicados são apenas pequenas amostras dos historicos enviados, caso seu sobrenome não esteja aqui ou deseje maiores informações visite a sessão "Produtos" ou entre em contato conosco e lhe enviaremos um orçamento sem compromisso.